Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Para os próximos seis meses, ações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) garantirão atendimentos cirúrgicos e entrega de novos leitos de UTI nas cidades de Palmas, Paraíso e Miracema.

 

 

Prestes a completar 34 anos, celebrado no dia 5 de outubro, o Tocantins caminha a passos largos na garantia de uma saúde de qualidade para sua população. A administração estadual assegura entregar, nos próximos meses, novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), efetivar a descentralização do atendimento clínico e a ampliação de cirurgias. Essas projeções ocorrem em um momento em que as atividades na área da Saúde continuam sendo realizadas para potencializar atendimentos pendentes, sobretudo em pontos mais vulneráveis após a pandemia da covid-19.

O secretário de Estado da Saúde, Afonso Piva, destacou a importância da manutenção da rede pública hospitalar, a exemplo da ampliação de atendimentos em demais áreas em todo o Estado do Tocantins. “Nos últimos 11 meses, intensificamos as ações da secretaria. Nesse sentido, ampliamos a oferta de leitos de UTIs, em mais de 50%, levando alta complexidade, inclusive para o extremo norte do Estado. Aliado a isso, equipamos os hospitais do interior e fortalecemos os municípios, com repasses financeiros para a realização de cirurgias eletivas, o que nos permitiu, em menos de um ano, bater todos os recordes destes procedimentos. Hoje, caminhamos para 8 mil cirurgias eletivas realizadas desde outubro de 2021”, afirmou Afonso Piva.

Novos Leitos de UTI

Um dos compromissos do Estado do Tocantins, na Saúde, é ampliação dos leitos de UTI nas unidades hospitalares. Atualmente, são mais de 170 leitos adultos, 40 pediátricos e 50 neonatais. O projeto é ampliar, ainda este ano, com a estruturação de leitos em Miracema do Tocantins, Palmas e Paraíso do Tocantins. Nas duas últimas cidades, as obras já estão quase concluídas, sendo que os leitos de Paraíso do Tocantins já estão prontos e, agora, serão equipados, sendo 10 novos leitos. Juntando todas as unidades de atendimento, a expectativa é entregar, nos próximos meses, 50 leitos de UTI e mais 54 leitos de pronto-socorro no Hospital Geral de Palmas (HGP).

Os hospitais regionais de Porto Nacional (HRPN) e Augustinópolis (HRA) já contam com os novos leitos de UTI. Uma demanda antiga que, desde o mês de julho, vem atendendo pacientes dessas cidades e municípios das regiões do Bico do Papagaio, central e sudeste do Tocantins, abrangendo dezenas de cidades. São 20 leitos novos, totalmente equipados e com equipe médica com várias especializações.

Segundo o diretor-geral do HRPN, Welson Pinto, a unidade está suprindo a necessidade da população e os novos leitos contribuem para a diminuição das filas no HGP e ainda facilitam o trânsito de pessoas de municípios mais distantes que não necessitam mais se locomover até a Capital. “Aqui em Porto Nacional, com os novos leitos, atendemos muita gente. Antes, os moradores daqui precisavam se deslocar para Palmas, para ter acesso a algum leito de UTI. Agora, a nossa cidade pode atender os seus cidadãos e ainda pessoas de municípios vizinhos. Recebemos retorno positivo por parte de todos, desde a nossa inauguração as pessoas comemoram por esses leitos”, ressaltou o diretor Welson Pinto.

Filas de Cirurgia

Desde o início de 2022, outro ponto da saúde pública estadual que está sendo priorizado é a diminuição da fila de cirurgias. Ações estão sendo intensificadas para que as cirurgias sejam realizadas e as filas desafogadas, sendo que, neste ano, a Secretaria de Estado da Saúde já apresenta resultados superiores aos do ano passado, relacionados à realização de procedimentos cirúrgicos.

Integra

De janeiro até setembro, foram realizadas aproximadamente 7 mil cirurgias eletivas e ainda mais de 22,7 mil procedimentos cirúrgicos. A tendência é aumentar esses números e diminuir o quantitativo da fila de espera, no qual a quantidade de pessoas que esperam por um procedimento cirúrgico fica em constante atualização e à disposição do público. Serviço esse que já ocorre, por meio do Integra, uma plataforma que divulga a quantidade de pacientes que aguardam por cirurgia.

O secretário de Estado da Saúde aponta que o Integra é um reflexo dos avanços nesse setor e que a pasta já está trabalhando para que a plataforma seja ainda mais acessível ao público. “O Integra nos dá a publicidade dos leitos de UTIs e também de atendimentos, cirurgias e outros serviços como vacinação, por exemplo. Vamos incorporar mais um link e mais informações. Cada vez que houver necessidade, a gente vai incorporando essas informações e divulgando para que o público tenha acesso a esses números”, enfatizou o secretário Afonso Piva.

Outra demanda que vem sendo fortemente trabalhada é o credenciamento para a realização de cirurgias eletivas de cardiologia, que já está em análise na Procuradoria-Geral do Estado (PGE), para a publicação no Diário Oficial. Após essa etapa, as empresas serão contratadas para realizar cirurgias nessa especialidade. Os pacientes serão contatados pela Central Estadual de Regulação.

“Para os próximos meses, teremos entregas de mais leitos de UTI em Palmas, Paraíso e Miracema e iniciaremos as cirurgias cardíacas eletivas, via credenciamento, assim como estamos fazendo com a ortopedia, que está atendendo pacientes que aguardaram mais de 10 anos na fila. Aliado a isso, teremos a continuidade da valorização do servidor da Saúde, que já recebeu insalubridade e adicional noturno. E para os contratados, trabalharemos por salários justos, além da realização de concurso público, que suprirá o déficit que temos em recursos humanos”, ressaltou Afonso Piva.

Anúncios

Recentes