Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Para implantação, o Estado vai entrar com a estrutura física e o Ministério da Justiça com os equipamentos e mobiliário.

 

 

O Tocantins, através da Secretaria da Segurança Pública, está ajustando os últimos detalhes para a implantação do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC). O CICC será um espaço de integração no qual as diversas forças de segurança poderão trabalhar em conjunto com vistas à tomada de decisões de forma ágil, integrada e eficiente.

 

De acordo com o chefe de gabinete da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Mauro André Kaiser, o grande ganho do centro será a integração propriamente dita, e sem a interferência de qualquer instituição. “Cada instituição vai trabalhar na sua expertise só que de forma conjunta. Hoje fizemos a vistoria técnica do local, que é de contrapartida do Estado, e aprovamos com a necessidade de poucas adequações. O próximo passo é a assinatura do acordo de cooperação, que é basicamente o Estado dizer que quer receber os equipamentos do Ministério da Justiça e que se compromete em fazer a manutenção e adotar a filosofia proposta pelo Ministério, que é das operações integradas”, informou.

 

O chefe de gabinete ainda explicou que com a implantação será cumprida uma promessa histórica que vem desde 2014. “A promessa é de entregar aos estados que não foram sede da copa do mundo e que não receberam o Centro de Comando e Controle uma estrutura equivalente, que facilite a integração e o trabalho conjunto das forças de segurança”, destacou.

O secretário da Segurança Pública do Tocantins, Wlademir Costa, reforçou que, desde que assumiu a gestão, a equipe da Secretaria tem buscado dar celeridade aos trâmites que agilizem a instalação do centro no Tocantins. “Estamos muito felizes com esta visita, com a agilidade e a atenção que o Tocantins tem recebido. Estivemos em Brasília na semana passada e hoje a equipe já está aqui. As forças de segurança e o Tocantins terão um grande ganho, pois o centro será um espaço de união e os recursos tecnológicos vão facilitar a tomada de decisões de forma ágil, integrada”, destacou o secretário.

 

Durante a reunião, representantes da Polícia Militar do Tocantins (PM-TO), Bombeiros Militar do Tocantins (CBM-TO), Polícia Penal e Detran fizeram questão de se manifestar e destacar o empenho da Segurança Pública em buscar melhorias bem como reforçar a importância da atuação integrada.  “Quero parabenizar o secretário Wlademir pelo empenho nesta política de integração da qual também faz parte a Polícia Penal. Tenho certeza que esse novo espaço vem para fortalecer ainda mais essa atuação e beneficiar a população tocantinense”, disse o secretário da Cidadania e Justiça, Deusiano Amorim.

 

Estiveram presentes à reunião representantes de órgãos e forças de segurança, equipe técnica da SSP-TO e representantes da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Anúncios

Recentes