Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

O evento conta com mais de 300 autoridades, lideranças e convidados de 10 países.

 

O Tocantins participa de hoje, 16, até sábado, 19, em Manaus, da 12ª Reunião Anual da Força-Tarefa de Governadores pelo Clima e Florestas (GCF Task Force) para tratar das problemáticas e soluções para as mudanças climáticas e o desmatamento em estados e províncias de florestas tropicais. A secretária do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Miyuki Hyashida, participa do evento representando o governador Wanderlei Barbosa, acompanhada da superintendente de Gestão de Políticas Públicas Ambientais, Marli Santos.

Nesta quarta-feira, 16, a reunião é voltada apenas para os membros da GCF Task Force, formado por 38 estados e províncias que cobrem mais de um terço das florestas tropicais do mundo, localizadas no Brasil, Colômbia, Costa do Marfim, Equador, Indonésia, México, Nigéria e Peru, Indonésia e Estados Unidos.

Já na quinta e sexta, das 8h30 às 17h, o evento é aberto ao público e será realizado no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, localizado no bairro Dom Pedro, em Manaus, com a realização de quatro debates e ainda uma feira com produtos da bioeconomia amazônica.

Segundo a secretária do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Miyuki Hyashida, o evento é

importante para o movimento em favor da sustentabilidade do planeta já que reúne vários países que têm a capacidade financeira de apoiar e participar da construção e evolução de programas de bioeconomia que beneficiam os povos indígenas e comunidades tradicionais que vivem da floresta.

 “Um exemplo são os projetos agroflorestais  que já acontecem em alguns estados e esperamos que seja finalmente uma realidade para os Estados da Amazônia legal. Além de programas de comando e controle que consigam diminuir o desmatamento e as queimadas ilegais”.

A superintendente de Gestão de Políticas Públicas Ambientais, Marli Santos, irá palestrar nesta quinta-feira, às 10 horas, sobre o desafio de  as equipes estaduais em tornar maduras as políticas públicas de clima.

O Tocantins também participará das discussões com autoridades nacionais para acesso ao mercado voluntário de transação de crédito carbono onde os estados vão compartilhar informações e pontos de vista sobre as oportunidades disponíveis para os estados subnacionais acessarem o mercado voluntário de carbono por meio do programa Redução das Emissões por Desmatamento e Degradação Ambiental ( REDD+)

Na agenda, os representantes do Tocantins ainda irão participar de reuniões bilaterais com as instituições ambientais internacionais  Mercúria e Earth Inovation, e com o governador de Santa Cruz ( Bolivia), Luis Camacho.

Evento

O evento conta com a participação de mais de 300 autoridades, lideranças e convidados de 10 países. A proposta é reunir a sociedade em geral e representantes do setor privado, governos, instituições, povos indígenas, populações tradicionais, entre outras.

 

A Reunião   

A reunião anual da Força-Tarefa do GCF é dividida em debates temáticos que se alinham com o Plano de Ação de Manaus (MAP, na sigla em inglês), inicialmente discutido, no ano passado, na Conferência das Partes, a COP26, em Glasgow, na Escócia.

O MAP, aprovado na manhã desta quarta-feira, vai traçar um caminho para a rede da Força-Tarefa do GCF nos próximos anos, abordando as áreas: (1) Conhecimento, Tecnologia e Inovação; (2) Governo e Políticas Públicas; (3) Pessoas e Comunidades; e (4) Finanças e Investimento

 

 

 

 

Anúncios

Recentes