Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Ação do projeto “Natureza+Limpa”, que deve iniciar em maio, vai contar com diversos parceiros.

 

 

 

Uma ação capitaneada pela Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) em parceria com a Fundação de Meio Ambiente de Palmas e diversos órgãos, com o objetivo de recolher resíduos e limpar as margens de rios, cachoeiras e outros cursos d’água no estado, está em fase de planejamento para ser iniciada em breve na capital do Tocantins, Palmas. A equipe da Semarh tem visitado parceiros para colocar o projeto, batizado de Natureza+Limpa, em prática já no mês de maio, com a primeira ação em Taquaruçu.

Reuniões para firmar parcerias já estão em andamento, como o encontro, realizado na última quinta-feira, 31 de março, entre a secretária do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Miyuki Hyashida, a secretária executiva da Semarh, Karynne Sotero, a diretora de Educação Ambiental para Sustentabilidade da Semarh, Erliette Gadotti, e a desembargadora Ângela Prudente, presidente da Comissão Gestora do Plano de Logística Sustentável do Poder Judiciário (PLS/PJTO), além das servidoras da Coordenadoria de Gestão Socioambiental e de Responsabilidade Social (Cogersa/TJTO), Kamilla Prado, Leila Jardim e Patrícia Idehara.

A secretária Miyuki Hyashida destacou que o Tribunal de Justiça já é um parceiro importante em outras ações de caráter ambiental no Tocantins por coordenar a Rede TO Sustentável, iniciativa da qual o Governo do Tocantins faz parte por meio da Semarh, da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) e da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins).

Em outra ocasião, na sexta-feira, 1º de abril, a diretora Erliette Gadotti e a gerente de Educação Ambiental da Semarh, Thays Lopes, também foram recebidas pelo procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Tocantins, Luciano Casaroti, e o procurador de Justiça e coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Urbanismo, Habitação e Meio Ambiente (Caoma) do Ministério Público do Tocantins, José Maria da Silva Júnior, para convidar oficialmente o órgão para participar da ação.

O projeto

O projeto Natureza+Limpa prevê inicialmente sete ações de campo para limpeza de rios, córregos e suas margens, sendo a primeira prevista para o dia 07 de maio no córrego que percorre a área urbana do distrito de Taquaruçu. O cronograma inicial inclui ainda outras ações no ribeirão Taquaruçu Grande (também em Taquaruçu) e nos córregos Machado (região Sul de Palmas), Brejo Comprido (Centro-sul), Cipó (zona rural) e Sussuapara (Centro-norte).

Para Erliette Gadotti, “a ação é importante não só pela limpeza das águas, mas também para a destinação correta dos resíduos sólidos, já que todo o material recolhido será doado para as cooperativas de catadores”.

A diretora explica ainda que a ação é inspirada no projeto “Rios+Limpos”, do Ministério do Meio Ambiente, que teve uma edição em Palmas no dia 19 de março, contou com 116 voluntários e apoio de diversos parceiros, incluindo a Semarh. Na ocasião, foram retirados cerca de 300 kg de resíduos do Lago de Palmas que, após a triagem, foram destinados para reciclagem. (Com informações do TJTO)

 

Camila Mitye/Governo do Tocantins

Anúncios

Recentes