Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Ruan Pamponet, 28 anos, foi detido nesta quinta-feira (21) após se recusar a pagar conta em um estabelecimento da Praia da Graciosa. Consumo passou de R$ 5 mil.

 

O homem preso em Palmas suspeito de dar calote  em um restaurante da praia da Graciosa  é investigado por golpes em outros seis estados e no Distrito Federal. Ruan Pamponet Costa foi detido na capital dois dias depois de fingir passar mal para nâo pagar a conta de R$ 6 mil reais em Goiânia

Após deixar a cadeia ele consumiu mais de R$ 5,2 mil em produtos e serviços em um estabelecimento da TO e se recusou a pagar o valor.

Após a prisão Ruan Pamponet foi levado para uma delegacia, onde confessou o crime, e depois foi levado para a Unidade Penal de Palmas. Nenhum advogado do suspeito foi localizado.

Segundo um levantamento feito pelos meus de comunicações do Ceará.  Ruan é suspeito cometer o mesmo crime desde 2019 em estabelecimentos de Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco, Ceará e no Distrito Federal. Em cidades do nordeste, ele teria se passado por jogador de futebol e dado calotes de R$ 2 mil e R$ 4 mil.

Veja o infográfico

Ruan foi preso no início da noite desta quinta-feira (21) em um bar da Praia da Graciosa, um dos principais pontos turísticos da capital. Ao final do dia, a conta ficou em R$ 5,2 mil em produtos e taxa de serviço. Na comanda, havia duas garrafas de whisky de R$ 1,4 mil cada, gin importado, além de lula empanada, energéticos e cervejas.

Anúncios

Recentes