Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Luciano Pereira Cardoso, de 33 anos, levou vários golpes de faca dentro de casa e chegou a ser socorrido com vida, mas não resistiu. Os três suspeitos eram vizinhos da vítima.

 

O guarda municipal Luciano Pereira Cardoso, de 33 anos, morreu na manhã desta sexta-feira (22) após ser esfaqueado dentro de casa na frente da mulher e dos filhos, em Araguaína, norte do Tocantins. O servidor chegou a ser socorrido e levado ao hospital, mas não resistiu. Os três homens suspeitos do crime morreram em confronto com a Polícia Militar momentos depois.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde informou que Cardoso foi atendido na madrugada desta sexta-feira pela equipe multiprofissional do Hospital Regional de Araguaína (HRA), com ferimentos graves e, mesmo com os esforços dos profissionais, infelizmente morreu.

A casa do guarda, localizada no setor Vitória, foi invadida por volta das 4h da madrugada. Os três suspeitos eram vizinhos de Cardoso e teriam tido uma desavença com ele.

Segundo populares, o trio estava bebendo e, durante a madrugada, teria pulado o muro da residência e atacado o agente. A suspeita é de que eles arrebentaram a porta da casa e renderam o guarda, que estava de folga. Depois, teriam agredido a vítima com golpes de faca e outros objetos, causando lesões graves.

Em seguida, o trio fugiu deixando para trás a faca usada no crime. A Polícia Militar mobilizou várias equipes, bem como o Setor de Inteligência, para localizar os três suspeitos.

Durante as buscas, eles se esconderam em uma área de mata dentro do Parque das Águas às margens da TO-222. Segundo a PM, durante a abordagem, houve resistência e troca de tiros. Os três morreram.

Os profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram chamados e confirmaram os óbitos. Os nomes dos suspeitos ainda não foram divulgados.

Natural de Araguaína, Luciano Pereira Cardoso entrou para a segurança pública por meio de concurso e era servidor municipal efetivo desde julho de 2021. Ele fez parte do primeiro grupo formado da Guarda Municipal de Araguaína.

O velório será realizado na sede da Guarda Municipal, localizada na Rua José de Alencar, s/n, Setor Tecnorte, a partir das 14h. O enterro tem previsão para a manhã deste sábado (23), no Cemitério Jardim das Paineiras.

A Prefeitura de Araguaína lamentou a morte do servidor público. “Nossos sinceros sentimentos a todos os familiares e amigos, que Deus possa confortar a todos neste momento de dor”, disse.

Anúncios

Recentes