Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp

Objetivo foi tratar das demandas nos mais diversos setores que envolvem o agronegócio tocantinense.

 

 

O governador do Estado do Tocantins, Wanderlei Barbosa, recebeu nessa quarta-feira, 18, o presidente da Federação da Agricultura do Estado do Tocantins (Faet), Paulo Carneiro, e a diretoria da entidade. O objetivo foi tratar das demandas nos mais diversos setores que envolvem o agronegócio tocantinense. Além dos diretores da federação e presidentes de sindicatos rurais, a reunião contou com as presenças dos secretários da Fazenda, Júlio Edstron; Segurança Pública, Wlademir Costa; da Agricultura, Jaime Café; do Meio Ambiente; Miyuki Hyashida, do Naturatins, Renato Jaime; além do presidente da Agência Tocantinense de Transportes Obras (Ageto), Márcio Pinheiro.

Além de apresentar algumas demandas, Paulo Carneiro destacou que a reunião serviu principalmente para ouvir do Governo do Tocantins as ações que vêm sendo realizadas em todo o Estado e que impactam diretamente o setor produtivo do agronegócio tocantinense, a exemplo da melhoria da infraestrutura rodoviária, segurança, emissão de licenças ambientais e outras. “Foi uma reunião bastante positiva, porque foi possível ouvir boas notícias sobre estradas, segurança pública, licença ambiental, exposição agropecuária entre outros. Então, no conjunto de tudo que tratamos foi possível ficar consciente sobre tudo que será realizado, inclusive sobre a manutenção da taxa sobre o gado em pé, que será mantida”, ressaltou o presidente Paulo Carneiro.

Na oportunidade o presidente da Faet destacou que a taxa de 1,2% para o Fundo Estadual de Transporte é importante porque vai beneficiar a população e impactar diretamente o custo de produção do setor do agronegócio. “O fluxo de veículos de carga cresceu muito e de dois em dois anos as estradas estão acabadas. Se o Estado não arrumar recursos não tem como manter essas estradas em condições de trabalho e o produtor não tem como escoar a sua produção, o que impacta diretamente o custo da mesma. Nós vamos explicar isso para todos os produtores e tenho certeza que vão entender, porque o que mais queremos são rodovias de boa qualidade, não é justo arrebentarmos as estradas e os carros de pequeno porte, como as ambulâncias, ficarem prejudicados, portanto, foi uma reunião bastante positiva”, frisou.

O governador Wanderlei Barbosa destacou a parceria com a Federação da Agricultura e salientou que a sua gestão está sempre de portas abertas para discutir as demandas do segmento. “O nosso Estado tem como principal vocação o agronegócio e o que queremos é melhorar cada vez mais a infraestrutura do Tocantins para promover o setor e atrair novos investidores. O Governo estará sempre disponível para discutir as demandas desse setor, que é tão importante para a nossa economia”.

O secretário de Estado da Agricultura, Jaime Café, destacou que a reunião foi uma oportunidade para o Governo mostrar as ações que estão sendo realizadas e as que estão sendo planejadas, a exemplo da melhoria da infraestrutura, mais segurança no campo, desburocratizar o sistema para facilitar o documento de licenciamento ambiental, entre outras. “O Tocantins é destino de muitos investidores na área da produção, portanto, há uma preocupação do Governo do Tocantins em ofertar uma infraestrutura adequada para essa demanda, atrair indústrias e mais desenvolvimento. Essa interação com o setor produtivo é muito importante para que possamos tomar as decisões mais acertadas possíveis”, destacou.

O titular da pasta da Segurança Pública, Wlademir Costa, explicou que, por determinação do governador Wanderlei Barbosa, foi criada a Delegacia do Agronegócio para defender as propriedade rurais e dá suporte as investigações dessa natureza. “Já temos grandes resultados com essa iniciativa e vamos analisar cada ação para buscar a melhor forma de empregar os meios disponíveis para melhor combater esses crimes”, ressaltou.

Jarbas Coutinho/Governo do Tocantins

Governo do Estado do Tocantins

Anúncios

Recentes