Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Corpo de Jean Carlos Teixeira está no IML. Policiais fazem buscas pelo suspeito.

 

O policial civil Jean Carlos Teixeira foi assassinado na madrugada desta sexta-feira (11) em Gurupi, no sul do Tocantins. Segundo as polícias da cidade, ele estava em uma casa noturna quando foi atingido por tiros.

 

O policial baleado não resistiu aos graves ferimentos. O corpo dele foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Gurupi.

 

Pelo menos três suspeitos foram presos após buscas em cidades vizinhas. Eles são ouvidos em uma delegacia de Dianópolis, no sudeste do Tocantins.

 

A motivação do crime é investigada.

A Defensoria Pública Tocantins lamentou a morte do agente. Ele era irmão da defensora pública Chárlita Teixeira da Fonseca Guimarães. “Externamos toda a nossa solidariedade e acolhimento à Defensora Pública. Que ela e seus familiares possam encontrar apoio na fé e no carinho dos amigos para enfrentar essa perda e esse dia que será de despedida”, disse o órgão.

 

Por causa do luto, a ação do projeto ‘Meu Pai Tem Nome’, que seria realizada durante todo o dia em Gurupi, terá atendimentos até meio-dia. As pessoas com atendimento previsto para o período da tarde terão novo agendamento.

 

 

Anúncios

Recentes