Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Homem é suspeito de matar companheira em Rio Verde (GO) no início da semana. Ele já tinha sido preso em 2012 por matar outra mulher com quem se relacionava.

 

A Polícia Civil prendeu em Araguaína no norte do Tocantins, um homem de 47 anos que é suspeito de matar a companheira em Rio Verde (GO) no início desta semana. Fabricia Stefanie Arruda de Castro, de 27 anos, foi estrangulada e também recebeu golpes de faca. Conforme a investigação, esta é a segunda vez que o homem é preso por matar uma mulher com quem se relacionava no período de 10 anos.

A prisão ocorreu na tarde desta terça-feira (26) após uma troca de informações entre o Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) de Rio Verde e a 2ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa de Araguaína  (2ª DHPP).

O assassinato aconteceu na segunda-feira (25) no bairro Nilson Veloso, em Rio Verde. A polícia de Goiás informou que o corpo foi encontrado em um terreno baldio com sinais de morte violenta e o suspeito era o companheiro da vítima.

A polícia de Goiás descobriu que Fabrícia e o companheiro estavam a passeio em Rio Verde. Eles moravam em Rondônia e tinham chegado a Goiás dias antes. Testemunhas contaram que o casal brigou por ciúmes e que o suspeito foi o último a ter contato com a mulher.

Após o crime ele embarcou em um veículo na rodoviária da cidade e fugiu para o Tocantins. A prisão foi feita ainda sob flagrante depois que a DHPP receber a informação de que ele estaria na região de Araguaína .O homem foi encontrado desembarcando de um ônibus que saiu de Palmas.

O investigado foi preso e levado até a central de flagrantes da Polícia Civil. Depois ele foi mandado a Casa de Prisão Provisória de Araguaína  (CPPA), onde ficará à disposição da Justiça.

Outra morte

 

As investigações da 2ª DHPP revelaram que está não é a primeira vez que o homem é preso por homicídio. Em 2012 ele também foi capturado, quando fugiu de Porto Seguro (BA) para o estado de São Paulo, após supostamente ter matado a ex-companheira que não quis reatar o relacionamento.

Anúncios

Recentes