Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

A Secretaria de Meio Ambiente do Estado firmou parceria com a Secretaria Municipal de Turismo, Meio Ambiente e Recursos Hídricos e a Coordenação de Defesa Civil de Filadélfia para visita dos projetos no município, além de oferecer orientação sobre programas e ações que geram pontos no ICMS-Ecológico.

 

A Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Tocantins (Semarh) pactuou nesta sexta-feira, 2, com a Secretaria Municipal do Turismo, Meio Ambiente e Recursos Hídricos e a Coordenação da Defesa Civil Municipal de Filadélfia, o compromisso de incluir o município na rota das visitas de conscientização dos projetos Foco no Fogo e Praia Consciente 2023.

Além da parceria, para visita dos projetos ao município, o secretário do Turismo, Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Filadélfia, Sávio Gomes, buscou na Semarh informação sobre questões relacionadas a aterro sanitário, as novas normas do CAR – Cadastro Ambiental Rural e de preenchimento do questionário do ICMS-Ecológico.

A diretora de Educação Ambiental para Sustentabilidade da Semarh, Erliete Gadotti, assegurou que o município de Filadélfia será incluído na agenda dos projetos em 2023. “Com grande satisfação recebemos a visita do secretário Municipal Sávio Gomes e pactuamos a parceria para que a partir do próximo ano, o município integre a agenda de visitação dos nossos projetos de conscientização”, afirmou a diretora.

No município, Erliete Gadotti disse que as equipes dos projetos levarão palestras para o público dos diversos segmentos da área urbana e realizarão visitas tanto à população das propriedades na área rural, como aos frequentadores da praia do município, com os respectivos materiais e trabalhos de conscientização.

O secretário de Meio Ambiente de Filadélfia, Sávio Gomes, enfatizou que, “em 2022, Filadélfia entrou para o Mapa Nacional do Turismo, que viabiliza o acesso a emendas constitucionais, além de outros acordos e recursos. Apesar da Fila Beach ser considerada a praia mais limpa e preservada do Estado e o município ter pouco registro de fogo descontrolado, com essa parceria queremos garantir nosso compromisso com a conscientização”.

Sávio Gomes adiantou, que “planejamos afinar a sintonia com a Secretaria Municipal de Educação, para trabalharmos juntos a questão da Educação Ambiental, pois ainda podemos aumentar nossa pontuação nesse requisito do ICMS-Ecológico. Temos essa preocupação, pois esse é um recurso que pode ser revertido em melhorias que estão direta e indiretamente relacionadas às questões ambientais do município”, antecipou o secretário.

Foco no Fogo

A Semarh apresentou através do relatório das ações do Comitê do Fogo 2022, que o projeto Foco no Fogo alcançou mais de 12 mil pessoas, com visitas a cerca de 4 mil propriedades rurais, em 40 municípios. Entre as ações preventivas dos integrantes do Comitê do Fogo, se destacaram as queimas prescritas (legais) do Manejo Integrado do Fogo (MIF) com 205 ações nas áreas de proteção estadual e mais de 1.400 atuações nas áreas federais, além da ação da Secretaria da Educação que percorreu 305 escolas, alcançando cerca de 68 mil estudantes.

Na fase de preparação, 102 municípios que firmaram cooperação com a Defesa Civil, formaram mais de mil brigadistas, além dos mais de 80 brigadistas formados com apoio da Semarh para suporte às equipes do Corpo de Bombeiros. Com o período de estiagem estendido, temperaturas elevadas e acúmulo da vegetação seca; comparada a redução de 34% de área queimada no ano passado, o aumento de 24% apontado no relatório, deste ano, mostrou que o Tocantins conseguiu manter a média desse indicador, conforme apresentado pelo Comitê do Fogo.

Com a negociação da reserva de créditos de carbono na COP 27, a secretária de Meio Ambiente, Miyuki Hyashida assegurou durante o evento de apresentação do relatório do Comitê do Fogo, que os recursos previstos serão investidos em programas robustos de preservação dos biomas.

Em Filadélfia

O município de Filadélfia contratou cerca de 10 brigadistas, que foram capacitados e certificados, com o treinamento do Corpo de Bombeiros, para atuarem no combate ao fogo e outras ações, pois o município disponibiliza máquinas para limpeza de áreas e as propriedades rurais também utilizam os aceiros, com as técnicas do Manejo Integrado do Fogo (MIF) para reduzir a massa de vegetação seca, que funciona como combustível, no período de estiagem.

“Após uma sequência de registro de pequenos focos nos últimos anos, em 2022, com o período de estiagem estendido, houve a ocorrência sazonal do fogo descontrolado. Os brigadistas municipais atuaram em sinergia com a brigada do Monaf – Monumento Natural de Árvores Fossilizadas, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros e as frentes de combate contínuas duraram no máximo três dias”, afirmou Sávio Gomes.

Praia Consciente

Diferente do Foco no Fogo, o projeto Praia consciente concentra suas visitas durante a temporada oficial de praia do Tocantins. Neste ano, o projeto percorreu um total de 12 praias, em sete municípios do Estado, levando sensibilização aos frequentadores da importância do descarte correto dos resíduos sólidos, como lixo e restos de comida, para incentivar a mudança de hábito em relação ao meio ambiente e o uso sustentável dos recursos naturais local.

Foram visitadas as praias da Graciosa, do Prata e das Arnos, em Palmas; do Mirassol, Funil e Paredão, em Miracema; do Segredo, em Lajeado; da Gaivota, em Araguacema; da Tartaruga, em Peixe; do Pôr do Sol, em Tocantínia; e as praias de Porto Real e Luzimangues, em Porto Nacional. O levantamento da diretoria estima o alcance de cerca de 15 mil pessoas, considerando uma média de um mil frequentadores por dia, nestas praias. Durante a visita, a equipe sempre estava portando sacos de lixo para armazenar e incentivar o descarte correto.

Praia acessível

Junto ao Praia Consciente, neste ano, o projeto Praia Acessível disponibilizou as Cadeiras Anfíbias, com demonstração técnica, o que permitiu o acesso de cadeirantes à água. Essa é uma ação nova que tem todo potencial para se expandir, levando acessibilidade a mais frequentadores e turistas nas praias tocantinenses.

A acessibilidade com as cadeiras e o auxílio de uma pessoa treinada visa ampliar o prestígio das praias do Estado com esse público visitante, ao proporcionar a possibilidade de desfrutar com segurança e bem-estar do recurso natural mais atraente do local que permite esse tipo de lazer.

Praia ‘Fila Beach’

A praia ‘Fila Beach’, em Filadélfia, é uma praia permanente com estrutura fixa, que recebe visitas sazonais de turistas de outros municípios, estados e países, a partir do mês de maio a setembro. No período de temporada oficial, nos meses de julho e agosto, chega a receber cerca de 7 a 8 mil visitantes e além de artistas regionais, os frequentadores também prestigiam a apresentação de artistas nacionais.

Neste ano, a ‘Fila Beach’ recebeu todas as certificações da nova norma de segurança de praias do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil. Nessa temporada a praia foi considerada uma das mais bonitas, aprazíveis, limpas e seguras, com placas indicativas de áreas de estacionamento, bares, banho e camping totalmente iluminadas, além de guarda-vidas municipais, stand de atendimento 24h da Secretaria da Saúde com médico e enfermeiros e de Segurança Pública, que proporcionou a população e aos turistas uma temporada com zero registro de sinistro ou de ocorrência policial.

Unidade de Conservação

O Monumento Natural das Árvores Fossilizadas do Tocantins (Monaf) está localizado no distrito de Bielândia no município de Filadélfia, a cerca de 430 quilômetros de distância de Palmas, e é uma Unidade de Conservação (UC) sob responsabilidade do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins).

O acervo natural ocupa uma área de 32 mil hectares do cerrado tocantinense, criada pela Lei 1.179/2000. Segundo pesquisas em campo, os fósseis têm mais de 250 milhões de anos. Entre os principais fósseis encontrados no monumento destacam-se as samambaias arborescentes. No Centro de Recepção de Visitantes são recebidos profissionais e acadêmicos. O Monaf é considerado a floresta petrificada mais importante do Hemisfério Sul e a mais completa floresta fossilizada do mundo. Além de ser objeto de pesquisa, o monumento também gera renda para a população local, com a exploração da atividade turística, além de favorecer o surgimento de novos postos de trabalho e a qualificação da comunidade local.

Filadélfia

O município de Filadélfia possui 1.988km2, na região se destaca a pecuária, com a produção do gado de corte, mas tem ainda a mineração, o turismo e a agricultura familiar, além da comunidade quilombola, que também movimentam a economia. Atualmente, está em estágio de construção um abatedouro de frango, no distrito de Bielândia, que para o secretário vai ampliar a produção de aves de beneficiamento.

Segundo Sávio Gomes, o relatório parcial do censo do IBGE, deste ano, já registrou mais de 10,3 mil habitantes no município, sendo na comunidade do povoado do Assentamento Grotão mais de 150 remanescentes Quilombola. Sob o ponto de vista cultural, o secretário disse que se destaca o artesanato, bem como a gastronomia, com uma variedade de pratos da culinária à base de peixe, além do pequi.

Anúncios

Recentes