hora certa.

Ouça agora

Municípios tocantinenses recebem orientações para implantação das equipes eMulti da Atenção Primária

 A nova modalidade será implantada em todos os 139 municípios, com ampliação do número de profissionais.

 

 

 

Os municípios tocantinenses receberam na quarta-feira, 21, via Web Oficina, orientações sobre a implantação da nova modalidade das equipes multiprofissionais para Atenção Primária à Saúde (APS), a chamada Equipe eMulti, estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS) na  Portaria nº 635 de 22 de maio de 2023.

A Oficina teve a participação técnicos da Secretaria Estadual de Saúde (SES-TO), gestores municipais da Atenção Primária à Saúde (APS) dos 139 municípios, Conselhos Municipais de Saúde, Conselho Municipal de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS/TO), profissionais da APS e  representantes de Instituições de Ensino Superior.

As orientações foram repassadas pela equipe de apoiadores do Ministério da Saúde (MS), que tiraram dúvidas sobre a implantação da nova modalidade.  Para a apoiadora do MS, Alyne Araújo de Melo “o Tocantins está avançado no processo de implantação das novas equipes. Das 157 potenciais equipes eMulti da APS, o Tocantins já solicitou 143, ou seja 91% das potenciais equipes que podem ser implantadas no Estado, sendo 69 para atendimento remoto”, disse.

O representante do COSEMS/TO, Francisco Rubens, disse que a nova modalidade irá contribuir com o fortalecimento da gestão da saúde, garantindo acesso de qualidade na atenção primária, ampliando os profissionais disponíveis, “um grande avanço para o Estado do Tocantins e o COSEMS/TO irá apoiar todos os gestores na implantação e credenciamento das novas equipes”, reforçou.

A superintendente de Políticas de Atenção à Saúde (SPAS/SES-TO), Juliana Veloso,  agradeceu a participação de todos e vê com entusiasmo a nova modalidade. “Coloco toda nossa equipe para apoiar os municípios quanto a implantação da nova modalidade, teremos a ampliação das equipes, dos profissionais médicos e em consequência ampliação do cuidado. O Tocantins tem 412 unidades básicas de saúde, estamos em terceiro lugar em cobertura da atenção básica no Brasil e primeiro lugar na região norte do país, e isso poderá ser ampliado e melhorado”.

APS

As equipes da APS são a porta de entrada da população à rede de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS), sendo o centro articulador de acesso da população aos serviços de saúde.  Essas equipes ficam nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), onde oferecem uma diversidade de serviços realizados pelo SUS, incluindo: acolhimento com classificação de risco, consultas de enfermagem, médicas e de saúde bucal, distribuição e administração de medicamentos, vacinas, curativos, visitas domiciliares, atividade em grupo nas escolas, educação em saúde, entre outras.

As equipes multiprofissionais na Atenção Primária à Saúde (eMulti) poderão ser compostas por profissionais de saúde de diferentes áreas de conhecimento que atuam de maneira complementar e integrada às demais equipes da APS, com atuação corresponsável pela população e pelo território, em articulação intersetorial e com a Rede de Atenção à Saúde (RAS).

Novos profissionais

Os municípios com a equipe de eMulti  poderão incluir os seguintes profissionais: assistente social, farmacêutico clínico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, médico acupunturista, médico cardiologista, médico dermatologista, médico endocrinologista, médico geriatra, médico ginecologista/obstetra, médico hansenologista, médico homeopata, médico infectologista,  médico pediatra, médico psiquiatra, médico veterinário, nutricionista, profissional de Educação Física na Saúde, psicólogo, sanitarista, terapeuta ocupacional e arte educador.

 

Laiany Alves /Governo Tocantins

                                                              

 

 

Facebook
Twitter
WhatsApp