Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Os usuários da Junta Comercial do Estado do Tocantins (Jucetins) agora pode fazer pagamento de taxas por meio do Pix, onde o pagamento é instantâneo.

 

 

A Junta Comercial do Estado do Tocantins (Jucetins) já aceita que os usuários façam pagamentos de taxas usando o Pix, sistema de pagamentos instantâneos. A novidade traz mais rapidez para o andamento dos processos, já que o contribuinte não precisa esperar pela compensação bancária.

Os boletos bancários agora são emitidos com QR Code, que é lido pelo aplicativo do banco. O pagamento pode ser feito em qualquer instituição financeira que aderiu ao sistema. Ao utilizar esta ferramenta, o pagamento é identificado rapidamente.

“O Pix traz muita praticidade, agilidade e dinamismo. A comodidade de realizar um pagamento com tamanha facilidade, e ainda ter o seu pagamento compensado instantâneamente, é essencial para um ambiente de negócios desburocratizado”, afirma o presidente da Jucetins, José Aníbal.

O gerente de planejamento Helivan Lopes explica que a Jucetins trabalha com ferramentas tecnológicas para aprimorar o seu serviço. “É mais uma facilidade oferecida, que vai melhorar e desburocratizar ainda mais a abertura de empresas. Estamos sempre alinhados com o que tem de mais moderno para o serviço público”, ressalta.

Como funciona

O Pix pode ser usado por qualquer pessoa com conta bancária, corrente ou poupança, e celular com acesso à internet. Para realizar as transações o usuário deve cadastrar a sua chave, que é o seu identificador da transação, e tanto pode ser o número de CPF, CNPJ, do celular ou e-mail.

Na guia de pagamento da Jucetins, há um campo à direita com um Qr Code. Cada instituição tem uma área dedicada ao Pix em seu aplicativo, basta clicar no campo correspondente à leitura do QR Code e seguir o processo solicitado.

Segundo o Banco Central, as informações pessoais trafegadas nas transações Pix, assim como nas transações de TED e DOC, estão protegidas pelo sigilo bancário, conforme as disposições da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

 

Philipe Ramos/Governo do Tocantins

Anúncios

Recentes