Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

O encontro reúne, além de equipes técnicas da SES-TO, laboratoristas, coordenadores de endemias municipais e secretários municipais de saúde.

 

Com objetivo de discutir metas de execução das ações de vigilância entomológica e controle vetorial dos principais agravos transmitidos por vetores, além de apresentar as avaliações realizadas nos municípios tocantinenses, a Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) promove na quarta-feira, 30, no auditório do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, a IV Reunião Anual de Rede de Laboratórios Entomoparasitológicos.

Para a superintendente de Vigilância em Saúde da SES-TO, Perciliana Bezerra, “a sexta edição da reunião anual representa uma oportunidade ímpar que os senhores têm para conhecer os colegas de trabalho e observar o quão importante é o trabalho de entomologia dentro da rede de atenção à saúde do nosso Estado. O Tocantins é endêmico para algumas arboviroses, temos altas taxas de adoecimento por animais peçonhentos, então é muito importante que a rede esteja fortalecida”, pontuou a gestora.

De acordo com a diretora de Vigilância das Doenças Vetoriais e Zoonoses da SES-TO, Mary Ruth Batista Glória Maia, “pensar em rede laboratorial entomológica é, sobretudo, pensar na vigilância de doenças transmitidas por vetores, uma vez que, não tem como fazermos vigilância das doenças sem termos a base, que é a identificação do vetor. O papel do laboratório hoje, dentro dos municípios, e a ação desenvolvida por cada servidor, são fundamentais. Agradeço cada profissional que aqui está pelo trabalho de excelência que vem sido desenvolvido no Estado do Tocantins”, enfatizou.

Representando o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Tocantins (COSEMS-TO), a secretária municipal de saúde de Araguaína, Ana Paula Abadia, também falou sobre a importância da união de esforços dentro da vigilância e controle de doenças. “Este encontro é produtivo para que todos possam tirar dúvidas, apresentar metas e indicadores, a fim de garantir a vigilância laboratorial. Estamos aqui para trabalhar em prol do Sistema Único de Saúde, ofertando o melhor da saúde pública para os nossos usuários”.

Segundo a bióloga em saúde do Laboratório de Entomologia Médica do Estado do Tocantins, Vanessa Duran, “os laboratórios de entomologia são responsáveis pela vigilância entomológica dos seus municípios, ou seja, aquela que trabalha dentro de cada vetor e agravo, como a dengue, por exemplo. Enquanto Estado, precisamos desse momento para passar aos municípios quais as formas corretas e importância da vigilância, com a parte primordial entomológica”.

O encontro reúne, além de equipes técnicas da SES-TO, laboratoristas, coordenadores de endemias municipais e secretários municipais de saúde. “A reunião anual é muito importante, para que possamos adquirir novos conhecimentos da rede, além de se familiarizar com a equipe de entomologia do Estado e colegas de outros municípios. A troca de conhecimentos é valiosa”, concluiu Rafael Paz Gonçalves, laboratorista do município de Porto Nacional.

Além de apresentações técnicas sobre entomologia e vigilância, laboratórios foram montados para que todas as equipes possam tirar dúvidas e colocar em práticas os assuntos abordados durante a programação.

 

Mariana Ferreira/Governo do Tocantins

                                                              

 

Anúncios

Recentes