Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp

Um dos investigados era vizinho da vítima e tinha contato frequente com a criança.

 

Um homem de 26 anos, investigado pela prática do crime de estupro de vulnerável, foi preso pela Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), na manhã desta segunda-feira, 5, em Paraíso do Tocantins.  A ação foi comandada pelo delegado-chefe da 6ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher e Vulneráveis – 6ª DEAMV de Paraíso, José Lucas Melo, e foi realizada em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara Criminal da Comarca de Paraíso.

De acordo com a autoridade policial, o crime ocorreu em 2021 e foi cometido por dois sujeitos, sendo que um deles era vizinho da criança. “Por meio das investigações realizadas pela equipe da 6ª DEAMV, o primeiro suspeito foi preso logo após o fato e, após ser julgado foi condenado a uma pena de mais de 15 anos de prisão”, ressaltou o delegado, lembrando que na época, o segundo indivíduo, preso hoje, empreendeu fuga e estava foragido desde então.

Ainda segundo o delegado José Lucas, com a intensificação das investigações e das diligências, os policiais civis da 6ª DEAMV localizaram o segundo envolvido no crime hediondo, o qual estava no setor Jardim Paulista. Preso, o homem de 26 anos foi conduzido à Central de Atendimento da PC-TO em Paraíso e, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, recolhido à Unidade Penal Local.

Para o delegado José Lucas Melo, a prisão é importante pois encerra o caso com a identificação e prisão dos dois autores do crime, que foram retirados de circulação. “O abuso sexual contra o menino ocorreu algumas vezes diante da facilidade de acesso que os sujeitos tinham com a família da criança, por serem vizinhos. Além disso, o sujeito preso hoje chegou a filmar parte dos fatos. Agora preso, ele aguardará a manifestação do  Poder Judiciário”, ressaltou a autoridade policial.

Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins

Governo do Estado do Tocantins

Anúncios

Recentes