Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

O encontro on-line ocorreu para a validação das análises da situação de saúde macrorregionais e das prioridades sanitárias.

 

 

Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) realizou na terça-feira, 13, a 6ª Oficina de Planejamento Regional Integrado (PRI) da saúde do Estado do Tocantins. O encontro coordenado pela Superintendência de Gestão e Acompanhamento Estratégico (SGAE) e teve como objetivo a validação das vnálises da situação de saúde macrorregionais e das prioridades sanitárias.

O PRI servirá para a construção do conjunto de diretrizes, objetivos, metas e ações e serviços para a garantia do acesso e da resolução dos problemas de saúde por meio da rede de saúde estadual e municipal, tendo como primeiro passo deste plano regional, a análise da situação de saúde que foi feita por região e consolidada em macrorregião. “A análise foi elaborada e hoje estamos fazendo esta oficina para apresentar e debater os dados e informações contidas no documento”, destacou a superintendente da SGAE, Luiza Regina Dias Noleto.

O projeto é executado pela SES-TO com o apoio do Ministério da Saúde (MS), do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e Beneficência Portuguesa de São Paulo. Além disso, o projeto tem a participação do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Tocantins (COSEMS-TO) que representa os 139 municípios tocantinenses.

“Todo o trabalho é feito de forma tripartite, de todos os segmentos que envolvem a gestão do SUS. Além disso, para o PRI, contamos com o grande apoio da Beneficência Portuguesa de São Paulo, via Ministério da Saúde. A Beneficência faz parte de um projeto do MS, para contribuição e transferência de tecnologia de conhecimento com profissionais que tem expertise no projeto de intervenção, que, no nosso caso é a regionalização de saúde”, complementou Luiza.

 

                                                              

 

 

Anúncios

Recentes