hora certa.

Ouça agora

Operação Freeloader: Polícia Civil cumpre mandados e apreende dispositivos informáticos que estariam sendo usados para invadir perfis

Contas passaram a ser acessadas indevidamente depois que o notebook da vítima passou por assistência técnica.

 

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Divisão Especializada de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC – Palmas), deflagrou nesta quarta-feira, 3, em Palmas, a Operação “Freeloader” – em português, “aproveitador” –, com objetivo de reprimir invasões a dispositivos informáticos e perfis em redes sociais.

 

A operação é desdobramento de investigações que tiveram início neste ano, ocasião em que a vítima revelou ter tomado conhecimento de que seu perfil em uma rede social teria sido sucessiva e criminosamente acessado por terceiro, que obteve o conteúdo de suas comunicações via chat da plataforma. Assumindo a identidade da vítima, o criminoso passou a trocar mensagens com os contatos.

 

Apurou-se que o interlocutor criminoso interagia com os amigos da vítima a partir do chat quase sempre com a mesma abordagem, passando-se por ela e revelando falsamente que estaria a manter um relacionamento extraconjugal, possivelmente com o intuito de posteriormente viabilizar algum tipo de extorsão.

 

Além de acessar indevidamente o perfil da vítima, obter suas comunicações privadas e assumir  sua identidade perante contatos na rede social, identificou-se que, provavelmente, este mesmo interlocutor também estaria se passando pela vítima no whatsapp, adotando, inclusive, o mesmo padrão de interação com seus contatos pessoais.

 

Suspeitas confirmadas

O delegado titular da DRCC – Palmas, Lucas Brito Santana, informou que, no registro inicial, a vítima afirmou ter suspeitas em relação ao técnico de informática para o qual entregou seu notebook  visando manutenções rotineiras.

 

“Segundo ela, tão logo o dispositivo retornou dos serviços de assistência técnica, as interações e acessos criminosos se iniciaram. Assim, com o aprofundar das investigações, a suspeita foi confirmada, razão pela qual, após representação e autorização judicial, foram cumpridos dois mandados de busca domiciliar em imóveis vinculados ao investigado, onde foram apreendidos diversos dispositivos informáticos que serão remetidos para análise pericial”, informou o delegado.

 

Alerta

A autoridade policial ainda alerta a população sobre os cuidados a serem tomados quando computadores, notebooks e celulares forem encaminhados  para a assistência técnica. “Orientamos que, antes, sejam feitas cópias de segurança dos arquivos importantes e/ou sensíveis em outro dispositivo. Também é importante  atenção especial com os perfis em redes sociais, cujas sessões devem ser encerradas, a fim de que não sejam indevidamente acessadas por terceiros”, destacou o delegado.

DICOM SSP-TO/Governo do Tocantins

Facebook
Twitter
WhatsApp