Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

O material será recebido apenas em dias úteis e resultados serão entregues em até 72 horas.

 

 

Após queda significativa dos casos da Covid-19 no Tocantins, houve redução da demanda por testagem para detecção do vírus SARS-CoV-2 e o Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (LACEN-TO) altera o recebimento das amostras a partir do dia 09/05/2022. As amostras para estas testagens deverão ser encaminhadas de segunda à sexta-feira das 07h às 19h, e os resultados serão liberados conforme o prazo preconizado pelo Ministério da Saúde (MS), em até 72 horas.

Desde o início da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN), decretada pelo MS, em decorrência da infecção humana pelo novo Coronavírus (2019-nCoV), o LACEN-TO vinha ampliando a realização dos testes moleculares de RT-qPCR para detecção do vírus SARS-CoV-2. O laboratório chegou a realizar mais de 320 mil exames de RT-qPCR em 2021, com capacidade de testagem de 3.500 testes por dia nas duas unidades localizadas em Palmas e Araguaína.

A equipe do LACEN-TO chegou a realizar um trabalho ininterrupto, 24h por dia, sete dias por semana para atender a demanda, funcionando em horários extraordinários, que incluem sábados, domingos, feriados e facultativos, que agora serão suspensos. A força-tarefa resultou em mais de 500 mil testes moleculares de RT-qPCR para detecção do vírus SARS-CoV-2, em todo o período pandêmico (até o mês de abril de 2022).

O teste molecular de RT-qPCR para detecção do vírus SARS-CoV-2, é recomendado como padrão ouro para o diagnóstico laboratorial da doença, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

“O trabalho da equipe do LACEN-TO, durante a pandemia foi reconhecido nacionalmente. Em setembro de 2020, o laboratório central se destacou em nível nacional quanto ao tempo recorde de liberação dos resultados da COVID-19, evidenciando o desempenho e o comprometimento da equipe, onde 96,93% das amostras eram analisadas em menos de 48 horas, sendo considerado o menor prazo praticado na rede de todo o Brasil. Agora com a redução da demanda, o trabalho do LACEN segue com o mesmo empenho e dedicação, apenas com mudanças administrativas para melhor organização dos fluxos”, disse a diretora Geral do Laboratório, Jucimária Dantas.

Testes

O LACEN-TO continua a distribuição de testes rápidos para a pesquisa de antígeno aos municípios e unidades hospitalares para que se façam a triagem e manejo clínico imediato.

Anúncios

Recentes