Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

O jogador de futebol Amir Nasr-Azadani, 26, foi condenado a 26 anos de prisão no Irã por “traição” após participar de protestos em defesa dos direitos das mulheres.

 

 

Inicialmente, ele havia sido condenado à morte, mas escapou desta pena. Um abaixo-assinado colheu mais de 1,6 milhão de assinaturas em oito países contra a execução do jogador de futebol.

Nasr-Azadani supostamente participou do assassinato de três membros das forças de segurança do Irã, além de ter cometido outros delitos durante os protestos.

O que aconteceu no Irã: O Irã enfrenta uma onda de protestos em todo o país que foram desencadeados pela morte de Mahsa Amini, de 22 anos, sob custódia policial em setembro.

A jovem teria sido detida pela polícia por supostamente violar as estritas regras sobre o uso do véu islâmico.

 

Anúncios

Recentes