Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

A técnica aplicada pela primeira vez, na unidade, oferece melhora clínica imediata ao paciente.

 

O Hospital Geral de Palmas (HGP) realizou nesta quarta-feira, 30, um procedimento inédito de implante de marcapasso, em sítios Parahissiano e Septo interventricular profundo, em um idoso de 82 anos. O procedimento realizado na hemodinâmica da unidade foi um sucesso e o paciente passa bem. Este tipo de técnica dura em média 1h e meia.

Segundo o médico do serviço de ritmologia do HGP, Carlos Novo “essa nova técnica de implante de marcapasso em sítios Parahissiano e Septo interventricular profundo são direcionado aos pacientes com Bloqueio Átrio Ventrivular total (BAVT) com QRS estreito e lnsuficiência Cardíaca Congestiva com fração  de ejeção  diminuído portadores de Bloqueio do Ramo Esquerdo. Essas patologias correspondem a nossa grande maioria de implantes na unidade, proporcionando as  melhores respostas clínica com menor internação  intra e pós-operatória,  economia  em órteses e próteses,  visto que utilizamos 90% do material já disponível  em nosso  portfólio do  Sistema Único de Saúde”, afirmou.

Ainda segundo o especialista, “a técnica de implante em sítios ótimos  que oferece melhora clínica imediata ao paciente é  realizada através  de bainhas especiais  (dispositivo intra-operatório utilizado) de baixo custo.Foi um procedimento menos invasivo que  evitou abrir o tórax e  facilita recuperação e alta médica”, ressaltou.

Para o diretor geral do HGP, Leonardo Toledo, “é uma satisfação para nós poder

ofertar este tipo de procedimento ao  paciente que necessita de  tratamentos no HGP. Nossa unidade se tornou referência em saúde pública, ofertando  uma   assistência de alta complexidade aos nossos usuários”.

“A ampliação dos serviços oferecidos na saúde pública é uma meta diária da Gestão Estadual e das equipes técnicas de todas as nossas unidades hospitalares. a realização de um procedimento desta complexidade, mostra que o Sistema Único de Saúde tem avançado no Tocantins”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Afonso Piva.

Anúncios

Recentes