Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Reunião abordou medidas para viabilizar a execução de projetos de desenvolvimento local com viabilidade econômica nas 8 Regiões do Tocantins. Ação faz parte da terceira fase do Programa de Impulsionamento da Indústria, Comércio e Serviços (Pics).

 

A Secretaria da Indústria, Comércio e Serviços (Sics) se reuniu nesta sexta-feira, 11, com representantes das secretarias da Agricultura, Meio Ambiente, do Ruraltins e da Adapec, para alinhamento de estratégias que visam o desenvolvimento da agroindústria no Estado. As pastas irão atuar de forma conjunta para possibilitar o andamento de projetos, com indução da produção de forma sustentável, para trazer viabilidade econômica para o Projeto Produtos da Terra – contemplado pelo PICS.

O Pics é um programa de Estado que prevê o investimento de mais de R$ 130 milhões, em ações de curto e  longo prazo, com medidas de fortalecimento da atividade empresarial, industrial e comercial no Tocantins. Em sua terceira fase, a iniciativa irá implantar o projeto “Produtos da Terra”, que irá apoiar e fomentar feiras livres, além de estruturar cerca de 100 pequenas agroindústrias no Estado, desenvolvendo assim a maturidade de negócios locais e a abertura de canais de vendas, através de parcerias estratégicas

Para o gestor da Sics, Carlos Humberto Lima, é essencial essa aproximação entre municípios e Governo para o avanço econômico do Estado. O secretário explica que com o apoio técnico das pastas da Agricultura, Meio Ambiente, Ruraltins e Adapec será possível implantar estratégias que irão mudar a realidade do cenário econômico do Tocantins, através das potencialidades oferecidas por cada região.

“Durante essa reunião, conseguimos alinhar pontos importantes que nos permitirão dar encaminhamento aos projetos de desenvolvimento da agroindústria. Cada pasta tem muito a oferecer com apoio técnico e isso é essencial para que possamos atuar de forma integral na execução dessa demanda. Todos os municípios possuem suas potencialidades e vocações, estamos conversando com os prefeitos a fim de entender melhor suas necessidades e promover o avanço socioeconômico de cada cidade”, destacou o secretário.

“Para o governador, Wanderlei Barbosa, é prioridade a realização de ações que resultem em qualidade de vida para o tocantinense. Por isso, através do Pics, estamos trabalhando em ações que irão tornar isso possível”, completou Carlos Humberto Lima.

De acordo com a secretária de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Miyuki Hyashida, o planejamento a longo prazo irá possibilitar o estabelecimento sustentável das agroindústrias, como setor de grande relevância para a economia do Tocantins.

“Tenho certeza que isso irá promover a mudança geral da nossa agroindústria. A gente vê que com esse trabalho conjunto as coisas irão acontecer de forma precisa, desde a situação que envolve a matéria prima, até a industrialização e comércio”, disse. “Esse trabalho integrado é importante porque assim conseguimos aproveitar o serviço e esforço de todos para auxiliar projetos que já estão em andamento, desde uma assistência técnica, a uma legislação que tem que ser adequada. Então tem todos os setores que poderão tirar as traves do que pode ou não atrapalhar um negócio”, finalizou Hyashida.

Para o presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec), Paulo Lima, as pastas do setor agropecuário poderão contribuir de forma ativa para a implantação do projeto “Produtos da Terra”. “Estamos fazendo levantamentos para entender as vocações das cidades e o que nós podemos desenvolver, para fomentar o crescimento do Estado. Nosso objetivo é reativar o que está parado, criar novos empreendimentos e trazer novas empresas para transformar o Tocantins. Vamos unir nossas experiências para trazer esse desenvolvimento”, afirmou.

Durante a reunião de alinhamento, o vice-presidente do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), José Aníbal, falou sobre as possibilidades que o instituto pode promover ao setor da agroindústria.

“A capilaridade do Ruraltins é muito grande, nós temos mais de 96 escritórios em sete regionais, então esse é um trabalho de planejamento que vai ser feito por essa comissão que está sendo criada, para trabalhar os indicadores dos municípios e fomentar a cadeia da agricultura, da pecuária, piscicultura, apicultura entre outros setores. Assim conseguiremos trabalhar de forma organizada, com total transparência e responsabilidade, nesse projeto do Governo do Estado em benefício dos 139 municípios do Tocantins”, pontuou o vice-presidente.

Presenças

Participaram da reunião o secretário da Indústria, Comércio e Serviços (Sics), Carlos Humberto Lima; o secretário da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), Jaime Café; a secretária de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Miyuki Hyashida (Semarh); o vice-presidente do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), José Aníbal e secretária executiva da Sics, Geanny Pinheiro.

Yasmin Sobral/ Governo do Tocantins
Foto: Matheus Alcântara

Anúncios

Recentes