Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Alunos do ensino médio são o público-alvo do projeto.

 

O projeto da 1ª Game Jam de Educação Fiscal foi lançado nesta quinta-feira, 5, no Palácio Araguaia com a presença do governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, de alunos do ensino médio que são o público-alvo do projeto e demais autoridades. O projeto desenvolvido pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Educação (Seduc) e da Secretaria da Fazenda (Sefaz), tem o intuito de estimular e premiar jovens do ensino médio, matriculados na rede pública estadual, a desenvolverem produtos digitais como sites, apps e jogos eletrônicos com temáticas de educação fiscal.

“É nossa alegria trabalhar em um projeto que é o futuro do nosso Estado. Compreendemos que a tecnologia, a pesquisa e o estudo são os nossos principais investimentos. Sabemos que hoje todos nós estamos antenados e queremos que os alunos tenham, além da tecnologia, escolas qualificadas. Com esse projeto cumprimos o nosso papel, pois queremos para os alunos educação de qualidade”, afirmou entusiasmado o governador Wanderlei Barbosa.

O secretário da Seduc, Fábio Vaz, afirmou que o projeto reforça o compromisso do Governo com o ensino, já que mesmo com as aulas retornando presencialmente, não deixa os alunos distantes da tecnologia. “Nossa missão hoje é tecnológica, estamos buscando uma educação tecnológica e um projeto com parcerias desse nível faz com que o nosso trabalho seja bem feito. O projeto mostra que o Estado está preocupado com a educação”, reforçou.

Os alunos que desejam participar do projeto devem consultar o edital da 1ª Game Jam que está disponível no site: www.to.gov.br/gamejam. As inscrições estarão abertas de 5 a 15 de maio.

Expectativas

As amigas Letícia Iêlita e Alice Hellen Aguiar, ambas com 17 anos, estão no 3º ano do ensino médio, na Escola Estadual Frederico José Pedreira Neto e esperam ansiosamente para participar do projeto. “O projeto vai ser muito importante, traz a nossa realidade, já que estamos usando o celular o tempo todo, e na escola temos ensinamentos de educação financeira, juntando com esse projeto, vai ajudar muito”, afirma Letícia Iêlita.

Já Alice Hellen Aguiar acredita que todo o projeto veio em boa hora, pois com a pandemia, provocada pela covid-19, os alunos tiveram a dinâmica alterada para manter as atividades educacionais e tiveram que aderir o ensino virtual. “Eu acho muito interessante eles abordarem esse tema por meio da tecnologia, sabemos que a tecnologia evoluiu bastante por conta da pandemia e abordando o tema na escola, faz com que o estudo se torne mais fácil e dinâmico. Eu estou bem animada para ver o projeto acontecendo, e jogos é uma coisa que gostamos desde pequenos, o Governo está de parabéns”, comentou a aluna.

Com a realização do projeto, os adolescentes terão mais conhecimento sobre educação fiscal e ainda ficarão mais próximos das atividades do Estado, atuando inclusive como atores de fiscalização, estando mais inclusivos na participação da gestão pública, cumprindo assim o papel de cidadão e cidadã.

1ª Game Jam de Educação Fiscal abrange todo o Tocantins e será uma atividade paralela no cronograma de estudo dos alunos. Segundo o estudante Flávio Henrique Alves, de 17 anos, só vai acrescentar. “É bem inovador, vai unir a questão da educação fiscal com jogos, vai fazer com que entremos e tenhamos conhecimento nessa área política, do jeito que gostamos”.

Premiação

Os três melhores projetos desenvolvidos pelos estudantes receberão prêmios, como: mentoria em desenvolvimento de game por um ano, kit tecnológico, aparelhos e participação na Brazil Game Show 2022, que ocorrerá em São Paulo (SP), no qual os alunos irão participar tendo já garantido, passagens aéreas e diárias para hospedagem e alimentação.

Premiação que empolga muito o Henri Hardy, 18 anos, último ano do ensino médio. Ele quer aprimorar seus conhecimentos na temática, desenvolver projeto de olho nos prêmios, mas pensa um pouco além. O jovem pretende compartilhar seus conhecimentos com outros estudantes por meio da criação de novas plataformas. “Eu nunca me vi criando um site ou um aplicativo e acho muito inovadora a ideia. Hoje temos projetos com aulas de finanças, por exemplo, e o 1ª Game Jam vai ensinar ainda mais, estou muito empolgado e espero ajudar outros colegas também”, completou.

Parceiros

O projeto é uma ideia do Grupo de Educação Fiscal (Geef-TO), unidade formada por servidores da Sefaz, Seduc e Receita Federal, que tem a missão de promover ações que contribuam com a formação de mentalidade cidadã coletiva e contam com a parceria do Sindicato de Auditores Fiscais da Receita Estadual do Estado do Tocantins (Sindare) e o Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Tocantins (Sindifiscal), todos em prol do desenvolvimento da educação fiscal.

Anúncios

Recentes