Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

O projeto “Produtos da Terra” propõe a realização de ações estratégicas de fomento ao desenvolvimento local nos 139 municípios do Tocantins.

 

 

Na última segunda-feira, 07, o secretário da Indústria, Comércio e Serviços, Carlos Humberto Lima, e a secretária executiva, Geanny Pinheiro, participaram de reunião com a superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Tocantins (Senar), Rayley Luzza, e a equipe da Federação da Agricultura e Pecuária do Tocantins (Faet) sobre projetos de impulsionamento da atividade econômica no interior do estado por meio do desenvolvimento das cadeias produtivas.

Na ocasião, o secretário Carlos Humberto Lima, apresentou o Programa de Impulsionamento da Indústria, Comércio e Serviços do Tocantins (PICS) e o projeto “Produtos da Terra” que propõe a realização de ações de fomento nos 139 municípios, além da instalação de 100 pequenas agroindústrias no estado. Com um investimento estimado de R$ 35 milhões oriundos do Fundo de Desenvolvimento Econômico, o projeto deve desenvolver a maturidade dos negócios locais e através de parcerias, abrir canais de vendas para os produtos regionais.

O Senar atua ativamente junto dos produtores rurais realizando um acompanhamento com equipe técnica e captando dados que subsidiam a criação de projetos para o crescimento das cadeias produtivas. De acordo com a superintendente do Senar Tocantins, Rayley Luzza, é necessário que as entidades trabalhem junto com o Governo do Estado para que o produtor tenha apoio desde a produção de alimentos até a comercialização.

“O sistema FAET/Senar fornece formação e assistência técnica para elevar os resultados no campo, mas da porteira para fora precisamos de alianças estratégicas para garantir oportunidades aos produtores, agregar valor ao que ele produz e conseguir lucratividade na atividade para que ela possa expandir e prosperar. Neste ponto de vista, quem pensa no futuro do estado como a atual gestão está fazendo, precisa reunir os diversos segmentos para somar esforços, porque assim a gente chega lá”, comentou.

Para o secretário da Indústria, Comércio e Serviços, Carlos Humberto Lima, uma das principais pautas da Sics é promover o aumento de postos de trabalho e renda para a população através da expansão da atividade empresarial nos municípios.

“Nós temos mais de 70% da atividade empresarial do nosso Estado concentrada em apenas 12 municípios, uma das principais metas desta pasta é descentralizar o desenvolvimento econômico no Tocantins. São esses projetos de apoio ao pequeno produtor e valorização dos produtos que irão transformar a realidade dos municípios, porque dessa forma, conseguiremos aumentar a geração de empregos, a renda per capita e a qualidade de vida da população em todas as regiões do estado”, pontuou.

Lourranny Parente / Governo do Estado
Foto: Matheus Alcântara

Anúncios

Recentes