Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp

Foram encontrados mais de 3,1 mil itens fora do prazo de validade expostos para os consumidores. Todos os materiais foram descartados no aterro sanitário da cidade.

 

Uma operação conjunta tirou de circulação do comércio de Porto Nacional, na região central do estado, um total de 1,8 mil quilos de carnes e mais de 3 mil produtos vencidos. A ação fiscalizou supermercados, açougues, espetinhos e churrascarias na sede da cidade e no distrito de Luzimangues.

A fiscalização foi realizada entre os dias 25 e 29 de abril. Participaram da operação equipes do Procon, Vigilância Sanitária, Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) e fiscais da prefeitura de Porto Nacional.

“No intuito de prevenir agravos à saúde humana, sendo assim eliminar riscos à população, foram apreendidos 1,8 toneladas de carnes e derivados impróprios para consumo humano. Detectamos riscos de infecção por acondicionamento incorreto, alimentos vencidos, contaminados por fungos, larvas, moscas, dentre outros”, explicou a coordenadora da Vigilância Sanitária, Vitória Reis.

Entre os produtos de origem animal, uma tonelada foi apreendida na sede do município e outros 800 kg em Luzimangues. Cerca de 300 quilos de carne que não tinham procedência, ou seja, sem nota fiscal ou selo de inspeção sanitária.

Também foram apreendidos 3.122 mil produtos diversos que estavam vencidos e expostos à venda para os consumidores. Todos os itens foram inutilizados e descartados no aterro sanitário da cidade.

Anúncios

Recentes