Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

O acidente aconteceu na TO-431, na zona rural de Guaraí, na região centro-norte do Tocantins. Jovem contou que mesmo desorientada foi andando para casa com medo de o animal retornar.

 

A jovem Yasmin Chrystal Fideles de Sousa, de 20 anos, ficou com o rosto desfigurado e vários ferimentos por todo corpo após bater uma onça-pintada enquanto voltava da faculdade de moto. O acidente aconteceu na TO-431, na zona rural de Guaraí, na região centro-norte do Tocantins.

 

O relato do acidente foi divulgado pela jovem no Instagram. Segundo ela o animal era muito grande, com aproximadamente dois metros.

“A onça atravessou a rua e eu acabei batendo nela entre as patas traseiras e a barriga. Eu estava de capacete e ele se soltou”, contou Yasmin Chrystal Fideles de Sousa. Após a batida o animal correu para a mata e desapareceu.

O acidente aconteceu por volta das 22h da última sexta-feira (11), a cerca de 600 metros da casa da jovem, em uma chácara. Após a queda a estudante de pedagogia fez o restante do caminho a pé, desorientada e com medo de a onça retornar.

“Aí vocês pensam, foram dois livramentos de Deus na minha vida. Primeiro foi o da moto que eu poderia muito bem não ter resistido porque a batida me jogou muito longe e por ela não ter voltado [a onça] para fazer alguma coisa comigo”, disse.

Yasmin foi levada para o hospital pelo pai e ficou internada até domingo (13), quando recebeu alta. Ela contou que não teve fraturas, mas ficou com muitos hematomas e cortes no rosto, na cabeça, nas mãos e braços, assim como nas pernas, barriga e quadril.

A moto e o celular da jovem ficaram destruídos. Ela contou que vive há 13 anos local com a família e já viu alguns animais silvestres, mas nunca uma onça-pintada. “Eu já tinha visto jaguatirica, raposa, lobo guará, mas onça é a primeira vez”.

Anúncios

Recentes