Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp

Os dois locais tinham diversos focos, mas a ação das equipes conteve o alastramento e as destruições provocadas pelos incêndios florestais.

 

 

A quarta-feira, 14, marcou o fim dos intensos combates aos diversos focos de incêndios florestais que vinham consumindo a vegetação em Taquaruçu, Taquaruçu Grande, ambos em Palmas, e também na Serra do Estrondo, em Paraíso do Tocantins. Desde então, as ações se concentram no monitoramento, verificando se novos pontos de queimadas estão surgindo, e assim executando a imediata extinção.

 

Em Palmas, onde os focos ocorriam em maior quantidade, os trabalhos ganharam a atenção da Força-Tarefa, criada a pedido do Comando-Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins desde o dia 26 de agosto. Na data, os fortes ventos, muita matéria orgânica seca e a baixa umidade relativa do ar, possibilitaram a rápida expansão do incêndio florestal. E com os terrenos íngremes, os bombeiros militares e brigadistas estaduais tiveram dificuldade para acessar as chamas.

 

Tudo começou na parte sul do Distrito de Taquaruçu, passando pelo Vale do Vai Quem Quer, chegando à face norte daquela região e até mesmo nas cabeceiras das Cachoeiras Escorrega Macaco e Roncadeira, no Mirante. No início desta semana, alguns focos foram constatados também na região de chácara de Taquaruçu Grande, às margens da rodovia de acesso a Aparecida do Rio Negro, cerca de 10km de Palmas.

 

“Foram praticamente 24 dias de muita dedicação a esta operação executada pela Força-Tarefa. Graças ao empenho dos nossos militares, apoiados pelos brigadistas estaduais, tivemos êxito. Agora, seguimos monitorando, acompanhado de perto, no controle da situação”, relatou o coronel Carlos Eduardo Farias, comandante-geral do CBMTO.

 

Na média, 18 bombeiros militares e brigadistas eram empregados nos combates diariamente pelo CBMTO.

 

Em Paraíso do Tocantins, cerca de 60km de Palmas, os focos de incêndios florestais na Serra do Estrondo começaram há poucos dias. Contudo também deixaram estragos naquele que é o principal Cartão Postal da cidade.

 

As chamas na região se iniciaram no sábado, 10. E durante quatro dias de intenso trabalho, os bombeiros militares da 3ª Companhia, com apoio de brigadistas estaduais, concluíram a extinção do fogo. Por lá, também ocorre o monitoramento com as rondas das equipes.

 

Crédito: Luiz Henrique Machado/Governo do Tocantins

Anúncios

Recentes