Bolsonaro contraria AGU e diz que recorrerá para ter Ramagem na PF: 'Quem manda sou eu'

O presidente Jair Bolsonaro decidiu indicar o delegado Alexandre Ramagem como novo diretor-geral da Polícia Federal (PF), no lugar Maurício Valeixo, cuja exoneração levou o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro pedir demissão nesta sexta-feira, 24. A informação é do jornal O Estado de S.Paulo. Ramagem é delegado carreira da PF e atualmente comanda a Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Ele é apoiado pelos filhos do presidente, Eduardo e Carlos Bolsonaro, para assumir o cargo.

AGU diz que não

Foi pela nomeação de Ramagem que a deputada federal bolsonarista Carla Zambelli (PSL-SP) pressionou Moro, conforme imagem de WhatsApp repassada ao Jornal Nacional na noite desta sexta. Na mensagem, a parlamentar insiste para Moro aceitar como delegado-geral Alexandre Ramagem, e chega garantir que o ex-ministro terá vaga no STF como recompensa. Moro, então, responde: “Prezada, não estou à venda”.

.

Idas e vindas

Foi pela nomeação de Ramagem que a deputada federal bolsonarista Carla Zambelli (PSL-SP) pressionou Moro, conforme imagem de WhatsApp repassada ao Jornal Nacional na noite desta sexta. Na mensagem, a parlamentar insiste para Moro aceitar como delegado-geral Alexandre Ramagem, e chega garantir que o ex-ministro terá vaga no STF como recompensa. Moro, então, responde: “Prezada, não estou à venda”.

.

S.P.RODRIGUES COMUNICAÇÃO

CNPJ 36.922.049/0001-49

Sirlene Pereira Rodrigues

Publicitária