Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

O local é referência em atendimento de média e alta complexidade e oferta 37 especialidades médicas.

 

 

O Ambulatório de Especialidades do Hospital Geral de Palmas (HGP) alcançou a marca de 100 mil atendimentos em 2022. O local é referência em atendimento para pacientes do Tocantins e Estados circunvizinhos, na área de média e alta complexidade e oferta 37 especialidades médicas.

A moradora de Palmas, Elenice Abadia já realizou tratamento no HGP e agora realiza o acompanhamento no Ambulatório com consultas de revisão. “Eu gosto muito do atendimento. Já fiz tratamento, agora estou realizando acompanhamento. Eu agradeço a Deus por existir este hospital. Os profissionais me atendem muito bem e eu não preciso sair do Estado”.

Outra paciente atendida no Ambulatório é a dona de casa, Sebastiana Alves, moradora de Lajeado, que precisou passar por uma consulta com especialista em ortopedia. “Achei muito bom, o ambulatório possui profissionais excelentes para nos atender quando necessitamos”, concluiu.

A supervisora do Ambulatório de Especialidades do HGP, Flaviane Vieira de Araújo explica o funcionamento do Ambulatório.  “Atendemos cerca de 10 mil pacientes por mês, realizamos além de consultas, orientações com relação à rede de assistência, para acolher este paciente e fazemos contrarreferências, com indicação sobre exames dentro ou fora do hospital. Cada servidor que atende um paciente é um tipo de atendimento. Hoje nós contabilizamos todo atendimento da equipe multiprofissional. São ofertados serviços aos pacientes dos 139 municípios. Além do Tocantins atendemos pacientes oriundos de estados vizinhos que já fizeram tratamento, ou procedimentos cirúrgicos no HGP e estão em acompanhamento, ou usuários encaminhados para primeiro atendimento”.

Como ter acesso?

Quando se trata do primeiro atendimento do paciente no ambulatório do HGP, a supervisora explica que e “o paciente é referenciado pelo município de origem à  Central de Regulação Estadual. Já os pacientes que passam pela internação ou pelo pronto-socorro do HGP estes necessitam de encaminhamento ao ambulatório de acordo  com a especialidade para que seja agendado”.

 

Luciana Barros/Governo do Tocantins

                                                              

Anúncios

Recentes